Breaking News

MITOLOGIA COREANA – SAMJOK-O (삼족오) – O “CORVO DE TRÊS PERNAS”


Comumente encontrado na mitologia e na arte da Ásia Oriental, o Samjok-o é considerado um símbolo de poder na Coreia. Conheça essa enigmática criatura.

Conhecido como Samjok-o (삼족오) na mitologia coreana, o corvo-de-três-pernas é um ser encontrado em vários mitos e trabalhos artísticos da Ásia Oriental. Teve sua origem na China (conhecido como sanzuwu), através do achado de artigos totêmicos na figura do pássaro, escavados em torno de 5000 A.C.

Na Coreia usou-se extensivamente sua imagem durante o período do reino Goguryeo (fundado em 37 a.C. até 668 d.C.), pois era considerado um símbolo de alto poder, no mesmo patamar dos dragões. Acreditava-se que um corvo-três-pernas vivia no sol, enquanto uma tartaruga vivia na lua.

Mesmo que a palavra Samjok-o (삼족오) signifique “Corvo de Três Pernas”, há ainda algum debate acadêmico sobre exatamente que tipo de pássaro ele é, pois a palavra “Samjok-o” (삼족오) dividida, significa Três (삼 Sam), Perna (Jok 족), mas o “O” (오) significa simplesmente “Black Bird” (pássaro negro) não necessariamente um corvo. Portanto, poderia muito bem ter sido um corvo, tanto quanto outro pássaro negro, ficando aí um enigma de sua real natureza.

Foram encontradas pinturas do Samjok-o em túmulos do período Goguryeo. Embora o pássaro seja principalmente considerado como o símbolo de Goguryeo, ele também é encontrado nas dinastias Goryeo (918-1392) e Joseon (1392 – 1897).
(Corvo de três patas flanqueado por dragão e fênix. Mural do período Goguryeo coreano)

Na Coreia moderna, o Samjok-o ainda é encontrado em dramas históricos contemporâneos, como Jumong (2006-2007), e o Reino dos ventos (2008-2009), além de ter sido um dos vários emblemas considerados para substituir o *bonghwang no selo nacional coreano. O pássaro aparece também no atual emblema do clube de futebol sul-coreano Jeonbuk Hyundai Motors FC’.


Hoje, o Institute for Traditional Korea Culture Studies define o corvo de três patas como um símbolo do céu, da terra e do homem, e um mensageiro da alma coreana, com a criatura sendo também representada na cor dourada, em uma representação do sol.

*bonghwang – Na Coréia, era usado para o emblema real ou o emblema presidencial, conhecido na China como Fenghuang, é comumente tratado no mundo ocidental como a “fênix chinesa”.

Fontes: (1)

Nenhum comentário